segunda, 18 junho 2018
ESCLARECIMENTO

    A Fundação Educacional de Fernandópolis vem à presença de seus alunos, funcionários, professores e sociedade civil organizada esclarecer sobre os comentários que sugerem a venda de seus imóveis a outra instituição de ensino.


    A realidade é que uma Universidade apenas peticionou em um processo trabalhista, o seu interesse na compra do imóvel da FEF.


    Portanto, os comentários existentes no sentido de que esta Universidade comprou a FEF não correspondem à realidade. Quaisquer boatos neste sentido não são verdadeiros, e sim meras especulações.


    A FEF a exemplo do que tem realizado ao longo dos últimos 40 anos, continuará prestando seus serviços educacionais, em suas dependências com a mesma dedicação e excelência que sempre a caracterizou como a melhor instituição de ensino da nossa cidade e região.


  • Imagem da Galeria da Notícia: FEF recebe visita no Laboratório de Microscopia
  • Imagem da Galeria da Notícia: FEF recebe visita no Laboratório de Microscopia
  • Imagem da Galeria da Notícia: FEF recebe visita no Laboratório de Microscopia
  • Imagem da Galeria da Notícia: FEF recebe visita no Laboratório de Microscopia

FEF recebe visita no Laboratório de Microscopia

 

Na tarde de ontem, 7, a Fundação Educacional de Fernandópolis-FEF recebeu os alunos do quinto ano da escola Anglo de Fernandópolis acompanhados pela professora Lívia Soares S. Fernandes.

Como forma de extensão do que aprenderam em sala de aula (sistema circulatório e células do sangue), os estudantes puderam acompanhar de perto as diferentes células sanguíneas, vistas em uma lâmina de esfregaço sanguíneo corado por meio do microscópio.

De acordo com a auxiliar de laboratório, Aline de Paiva Medri, foi mostrado ainda a diferença de espessura entre a parede de uma veia e a de uma artéria, que foi vista em uma lâmina histológica de cordão umbilical.

Os estudantes também fizeram um experimento. “O sangue coletado com Edta foi colocado em uma centrífuga, de modo que, após certo tempo eles pudessem ver a separação do sangue em células (parte inferior do tubo) e plasma (parte superior do tubo)”, contou Aline.

Mais Notícias

Faça seu comentário

Seu e-mail não será exibido!



Ir para o topo